Brazil_3_sports_728x90_BR

Perder a Champions e ganhar o espanhol ainda torna o Barça o melhor do mundo?

Com a vitória por 3 a 0 sobre o Granada neste sábado, o Barcelona conquistou novamente o Campeonato Espanhol, sua sexta conquista em oito anos. No entanto, a eliminação precoce (para os padrões do clube) na Liga dos Campões – sucumbindo nas quartas de final perante o aguerrido Atlético de Madrid de Diego Simeone – deixou uma sensação de que faltou algo na temporada do clube blaugrana.

Talvez o problema do Barcelona tenha sido criar expectativas praticamente impossíveis de serem alcançadas. Na temporada 2014-15, os culés venceram praticamente tudo apresentando um futebol assombroso. Foram para as maõs catalães o Campeonato Espanhol, Copa do Rei,  Supercopa da Europa, Mundial de Clubes e, é claro, a Liga dos Campeões no dia 6 de junho de 2015. A cereja do bolo.

during the UEFA Champions League Final between Juventus and FC Barcelona at Olympiastadion on June 6, 2015 in Berlin, Germany.

A temporada atual começou cercada de promessas. Ela seria a primeira completa de Luis Suárez, que havia cumprido quatro meses de suspensão na última. Ou seja, entrosamento do trio formado pelo uruguaio junto de Neymar e Messi prometia ainda mais, mesmo já tendo mostrado um desempenho impecável. E o clube ainda chegaria ao final de sua suspensão de contratar reforços, que se transformou nas chegadas do bom Arda Turan e do copeiro Aleix Vidal.

Tudo certo para uma temporada perfeita. E que de fato, foi perfeita durante boa parte. 39 jogos, ou seis meses, para ser mais exato. Foi esse o período em que o Barcelona passou invicto durante a atual jornada. 32 vitórias e 7 empates, marcando 122 gols. 90 deles, anotados pelo trio MSN.

Relembre os gols mais bonitos do Barcelona na temporada:

Muitos podem argumentar sobre o nível dos adversários enfrentados, mas é bom lembrar que nestes 39 jogos, incluem a sonora goleada por 4 a 0 sobre o Real Madrid em pleno estádio Santiago Bernabéu. Também está na lista o massacre por 6 a 1 sobre a Roma na Liga dos Campeões e o 7 a 0 no Valencia na semifinal da Copa do Rei. Fora o baile.

O problema começa quando a série foi encerrada com uma dolorosa derrota em casa para o Real Madrid, por 2 a 1. Derrota que iniciou o ‘Abril Negro’ do clube, que perdeu quatro partidas em 15 dias (antes, haviam sido apenas três derrotas em seis meses), sendo eliminado da Liga dos Campeões e colocando o título do Campeonato Espanhol – onde tinha uma liderança tranquila – em risco.

Relembre o jogo que eliminou o Barcelona na Liga dos Campeões:

Ou seja, essa temporada do Barcelona pode ser resumida em 15 dias ruins de um ano brilhante. O problema, é que esse ‘ponto fora da curva’ culminou na segunda eliminação da Liga dos Campeões para o Atlético de Madrid em três anos. Para piorar, os colchoneros vão jogar a final da maior competição entre clubes do mundo contra o arquirrival catalão: o Real Madrid.

Após o ‘Abril Negro’, os comandados de Luis Enrique venceram seus cinco jogos seguintes sem sofrer um gol sequer. Assim conquistaram o Campeonato Espanhol, que, como toda competição de pontos corridos, premia a regularidade. O Barcelona deixou para trás justamente Real, o segundo colocado, e o Atlético, terceiro.

Generated by IJG JPEG LibraryGenerated by IJG JPEG Library

Campeão espanhol, o Barcelona ainda pode conquistar o ‘doblete’ se bater o Sevilla na final da Copa do Rei. O sétimo título em dois anos, e que coroaria outro temporada de sucesso do clube. E que deixa menos amargo o gosto da decepção de assistir a decisão da Liga dos Campeões do sofá.

Other Articles

RONALD KOEMAN RECUSA EVERTON

Leave a Reply