apostas de futebol com Betway banner 728×90

7 A 1. OS SETE ERROS DO FUTEBOL BRASILEIRO

Há dois anos, o Brasil jogava uma semifinal de Copa do Mundo em casa, disposto a apagar da história o fantasma do “Maracanazzo”. Não apenas a decepção de 1950 não foi apagada, como uma outra bem maior foi criada: o “Mineirazzo”, o 7 a 1, o maior vexame da história da Seleção.

Como um resultado desse não acontece da noite para o dia, listamos sete erros do futebol brasileiro que contribuíram para a goleada histórica. E já que a partida terminou em 7 a 1, fomos bonzinhos e encontramos também um ponto positivo. Veja abaixo:

Ao contrário do que declarou Felipão, 7 a 1 não foi um "apagão", mas sim um reflexo de muitos erros do futebol brasileiro ao longo dos anos
Ao contrário do que declarou Felipão, 7 a 1 não foi um “apagão”, mas sim um reflexo de muitos erros do futebol brasileiro ao longo dos anos

1-0

Mandos e desmandos das federações

Com o papel de fomentar o futebol nos estados e, principalmente, dar suporte aos clubes pequenos, as federações estaduais funcionam, a cada dia maiz, como máquina de ganhar dinheiro por nada e engessam o futebol brasileiro. Para piorar, muitos clubes grandes seguem fiéis ao autoritarismo dos dirigentes das federações.

2-0

Um mantra que se repete todos os dias nos últimos dois anos é o da “pior geração da história da Seleção”. Será mesmo que a culpa do mau desempenho é exclusiva dos jogadores? O futebol brasileiro não parou de revelar grandes atletas nos últimos anos, apesar de nenhum “gênio” ter aparecido. Ainda assim, times com jogadores do mesmo nível – ou até piores – conseguem jogar muito mais bola que a nossa Seleção. Então fica a pergunta: quem são os verdadeiros culpados?

3-0

Cultura de demissão de técnicos

Podemos questionar a qualidade dos técnicos brasileiros, mas um problema que assola o Brasil há muitos anos é constante mudança de treinadores: qualquer um que perca dois jogos em sequência já vê seu cargo ameaçado. Os técnicos escalam os times com medo. E o  7 a 1 não serviu como lição: o último Campeonato Brasileiro bateu o recorde de demissões de treinadores.

Técnicos, jogadores, dirigentes, imprensa e torcedores: ninguém escapa dos problemas que assolam o nosso futebol
Técnicos, jogadores, dirigentes, imprensa e torcedores: ninguém escapa dos problemas que assolam o nosso futebol

4-0

 Muita picuinha e pouco futebol na imprensa

A mídia brasileira também pode ser enquadrada na lista de culpados pelo 7 a 1. Com raras exceções, os programas, sites e jornais esportivos se concentram muito mais em discutir assuntos periféricos do futebol, apostando em polêmicas e jornalismo pastelão. Quase sempre, os assuntos mais importantes, incluindo a parte tática, são deixados de lado.

5-0

Falta de interesse do torcedor

A torcida brasileira também não escapa da lista. Apesar do futebol ainda ser o esporte número um do país, cada vez mais os brasileiros perdem interesse em comparecer aos estádios, em acompanhar e apoiar seu time. Em relação à Seleção Brasileira nem se fala…

6-0

O calendário do futebol brasileiro

Reforma do calendário: mais uma velha questão do futebol brasileiro que está longe de ser solucionada. Além de sufocar e desfalcar os grandes times do país, os clubes pequenos também sofrem, sem torneios para disputar após os estaduais. E para quem acha que os pequenos não têm nenhuma relação com a Seleção, muito se engana.

Gol de Oscar, no final da partida, não serviu de alento para ninguém. Será que o "único" ponto positivo do futebol brasileiro pode combater os "sete erros"?
Gol de Oscar, no final da partida, não serviu de alento para ninguém. Será que o “único” ponto positivo do futebol brasileiro pode combater os “sete erros”?

7-0

Lucros da CBF não são utilizados em prol do futebol

Desde sua fundação, a CBF montou um verdadeiro império que lucra milhões a cada ano. E os principais beneficiados são os prezadíssimos mandatários da nossa confederação: os clubes e os campeonatos recebem muito pouco ou quase nada. Nem o 7 a 1 foi capaz de ruir com essa estrutura.

-

Gol do Brasil: início do rompimento com as federações

O surgimento da Primeira Liga deu o pequeno, mas primeiro passo para o rompimento com as federações estaduais. Porém, se o movimento não for organizado e levado para frente de maneira correta, sem interesses obscuros por trás, ele será tão insignificante quanto foi o gol do Oscar naquele dia 8 de julho de 2014…

Other Articles

Leave a Reply