apostas de futebol com Betway banner 728×90

Futebol e seus paradigmas

É muito comum nos dias atuais vermos contratações a nível mundial de atletas da mais variadas nacionalidades, equipes com vários jogadores de outros países, e o fenômeno da globalização muito presente no futebol de uma maneira geral. No entanto, algumas equipes ainda possuem ligações muito fortes com fatores como política e religião, veja alguns exemplos:

 Athletic Club ou Athletic Bilbao

 Talvez o caso mais emblemático no mundo do futebol atual, o Athletic Bilbao foi fundado na cidade de Bilbao, que se localiza entre o Norte da Espanha e Sudoeste da França, o que faz da cidade e do clube partes do chamado País Basco, que apesar de não se configurar como nação, é organizado como tal, inclusive com idioma e tradições culturais próprias.

Por conta disso, o Athletic Bilbao mantém uma tradição desde sua criação de ter em seu elenco apenas jogadores nascidos na região Basca, e essa é uma forma de proteção do patrimônio cultural e também um modo de rejeição ao não reconhecimento da região como nação.

No entanto, a equipe disputa o campeonato espanhol e até os dias atuais consegue ter uma equipe muito competitiva, chegando diversas vezes a disputar as ligas europeias. Além do Athletic, o Real Sociedad também tinha essa tradição, mas ao longo do tempo foi se abrindo e hoje não possui mais restrições a jogadores fora da região Basca.

Barcelona

Ainda na Espanha, o caso do Barcelona ganhou muita repercussão no ano de 2017 com a questão separatista da Catalunha em relação à Espanha. Apesar da equipe ser uma das equipes mais fortes a nível mundial, e com diversos jogadores de outras nacionalidades, a questão separatista está presente desde a diretoria, até os jogadores do Barça, e como exemplo disso temos Gerard Piqué, que além de levantar a bandeira da Catalunha, declara de forma aberta seu apoio à separação dos países e chegou a gerar um mal-estar na seleção espanhola por cogitar a aposentadoria da seleção por questões políticas.

Lazio

Talvez uma das equipes mais polêmicas do futebol atual, tanto diretores quanto torcida da Lazio se envolveram em diversos casos de racismo e são acusados por ter ligações diretas com o fascismo.

Em todas as partidas há bandeiras com a suástica, que remetem ao nazismo e ao fascismo e os torcedores além de não aceitar bem jogadores negros em sua equipe, também costumam receber de forma hostil adversários que tenham ligações com a raça negra.

Dentre os vários episódios ligados ao fascismo e racismo, temos cartazes antissemitas espalhados no Estádio Olímpico, zombaria e adesivos com a foto de Anne Franck com a camisa da Roma, sendo que Anne Franck foi uma judia morta pelo nazismo, utilização da palavra “judeu” como xingamento aos adversários e cânticos racistas que já geraram punições à torcida e também à equipe.

Napoli

Faixas de torcedores do Napoli

Outra equipe italiana na lista, o Napoli vem ressurgindo como potência italiana, no entanto, a disputa com os rivais de Milão e Turim vão além do futebol. A cidade de Nápoles já foi capital da Itália, mas com a mudança da capital para Milão sofreu um regresso econômico.

Por isso, tanto a cidade de Nápoles, como as suas vizinhas passaram a alimentar um sentimento separatista em relação à Itália, e tal sentimento foi transpassado para o futebol, já que para equipe, vencer os rivais Juventus, Milan e Inter de Milão se tornam mais importante do que qualquer outro resultado a nível europeu.

A apaixonada torcida napolitana passou a agarrar a equipe como forma de lutar contra a preferência por Milão como capital em relação a Nápoles, e isso eleva o Napoli a um patamar acima na questão da paixão.

Olympique de Marselha

Torcida do Olympique de Marseille

Caso semelhante ao que ocorre com o Napoli, a cidade de Marselha também já foi um grande polo francês, principalmente como porto mediterrâneo, que multiplicava a importância da cidade para a França, já que se localizava no Sul do país. Entretanto a cidade foi perdendo sua relevância e Paris ganhando força, o que motivou a dominação da região Norte francesa em relação à região Sul.

Nesse contexto, a equipe do Olympique de Marselha surge como forma de repressão ao poderia do Norte, além de representar o sentimento separatista da região de Marselha em relação à França.

Com o sucesso da equipe desde sua criação e com a conquista de muitos títulos, a equipe se tornou símbolo da luta do Sul contra o Norte. Além disso, a religião também se tornou uma forma de oposição em relação ao Norte do país.

Celtic e Rangers

Briga em jogo de Celtic vs Rangers

Proveniente da Escócia, as duas equipes possuem uma particularidade muito significante, já que desde suas fundações, os dois times surgiram como rivais religiosos, já que a equipe do Celtic era formada apenas por católicos e a do Rangers apenas por protestantes.

Esse conflito durou muitos anos com as duas equipes contratando jogadores apenas a partir da confissão de fé de cada um, ou seja, da religião que ele declarava ser.

No entanto a equipe do Celtic ao longo do tempo foi deixando perder essa tradição, e hoje já não declara oficialmente que essa ainda é uma exigência do clube. Já o Rangers, que chegou a declarar falência, mas já está de volta à principal divisão escocesa, continua com seus preceitos religiosos.

O fato curioso é que as equipes são detentoras de grande parte dos títulos escoceses e se tornaram rivais não apenas religiosos, mais também futebolísticos.

Other Articles

Comments (1)

  1. Futebol e seus Paradigmas – Futebol não é apenas um jogo – Futebol no Planeta – Futebol 24h

    […] Fonte Oficial: Futebol no Planeta. […]

Leave a Reply