apostas de futebol com Betway banner 728×90

Entre grandes, alguns intrusos se candidatam a zebra

Ainda é cedo para falarmos sobre as ambições e realidades de cada equipe das grandes ligas europeias, afinal, temos menos de 10 partidas da temporada 2018/2019.

No entanto, já é possível projetarmos alguns candidatos a boas campanhas no Top 4 das ligas da Europa (Espanha, Itália, Inglaterra e Alemanha) segundo ranking da UEFA que mede o coeficiente das ligas para distribuição de vagas em suas competições: Champions League e Europa League.

Espanha

Uma Liga que não costuma trazer surpresas, na temporada atual parece que os grandes agora precisarão de um pouco mais para vencerem os pequenos, que tem oferecido maiores dificuldades em seus confrontos.

Deportivo Alavés

Deportivo Alavés

Com um investimento baixo, gastou apenas 31 milhões de euros em contratações, e apenas 16º lugar no quesito valor de mercado da La Liga, com o valor de 59,4 milhões de euros, além de ter a idade média de 26,1 anos, o Alavés tem mostrado um futebol muito convincente nesse início de La Liga.

Para termos noção do investimento da equipe, sua maior contratação para a temporada foi John Guidetti, comprado junto ao Celta de Vigo por 4 milhões de euros. Chama atenção ainda a baixíssima média etária dos reforços da equipe, 23,9 anos, o que mostra uma busca por renovação do pequeno Alavés.

Agora falando de resultados, os do Deportivo Alavés impressionam, afinal a equipe venceu o Real Madrid por 1 a 0 e mantém uma boa regularidade, com 4 vitórias, 2 empates e 2 derrotas em 8 jogos. Tais resultados apontam a equipe como uma possível zebra, já que o Alavés está em 4º lugar, com 14 pontos, mesma pontuação do Real Madrid e a 2 pontos do líder Sevilla.

Itália

Claramente o efeito Cristiano Ronaldo badalou a Série A Tim, o que provocou as outras equipes a também trazerem grandes reforços e fortalecerem a Liga Italiana. Apesar dos grandes e conhecidos times estarem retornando aos seus auges, algumas equipes de menor expressão estão se metendo a grandes e podem dar trabalho.

Parma

Parma

De volta à Série A após ter declarado falência e caído para a Série D do italiano, o Parma está fazendo bonito. Com o 4º menor investimento da Liga Italiana, com valor de mercado de apenas 53,1 milhões de euros, o Parma gastou 48, 7 milhões de euros em sua volta à primeira divisão, com destaque para o emprestado Roberto Insigne, que custou 3 milhões, Jonathan Biabiany, que custou 1,5 milhões de euros e os medalhões Bruno Alves, de 36 anos e ex-seleção portuguesa e Gervinho, 33 anos, ex-seleção da Costa do Marfim, ambos a custo zero.

A equipe faz uma campanha correta, com 4 vitórias, 1 empate e 3 derrotas, que lhe deixa na 9ª posição, basicamente atrás dos grandes italianos. Os reforços vem funcionando, já que Gervinho e R.Insigne já marcaram 5 gols juntos. O destaque foi para a vitória fora contra a Inter de Milão, por 1 a 0.

Sassuolo

Sassuolo

Já bem estabelecido na Série A, o Sassuolo tem se colocado como uma força alternativa no italiano, beliscando sempre vagas na Europa League. Com um orçamento médio dentro da liga, com valor de mercado de 120,4 milhões de euros, sendo o 11º maior orçamento, a equipe investiu bem na atual temporada, 86, 4 milhões de euros, e busca incomodar a muito os grandes italianos.

Dentre seus reforços, destaque para Frederico di Francesco, que custou 10 milhões de euros, Khouma Babacar, que veio da Fiorentina por 9 milhões de euros e o zagueiro brasileiro Marlon, que veio diretamente do poderoso Barcelona por 6 milhões de euros. Com 15 gols marcados e 14 sofridos, a equipe está em 8º lugar e já faz sombra ao Top 7 da Série A.

Inglaterra

Com uma realidade a parte e muito dinheiro envolvido, não há pobres ou ricos na Premier League, mas sim ricos e muito ricos, e alguns desses ricos, mas com menor investimento, tem incomodado as equipes consagradas do campeonato inglês.

Wolverhampton

Wolverhampton

Campeão da segunda divisão, os Wolves mostraram a que vieram. Com a 7ª colocação até o momento, sendo 4 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota até aqui, a equipe não tem tido problemas em encarar os grandes, provando que tem um forte contra-ataque, com 9 gols marcados em 8 jogos, e uma defesa sólida, com apenas 6 gols sofridos.

Dentre seus confrontos, destacam-se os empates contra Manchester City e United, ambos por 1 a 1, e a vitória sobre o West Ham, fora de casa, por 1 a 0.

Vale destacar que a equipe tem apenas o 13º maior investimento da Premier League, com valor de mercado de 191,5 milhões de euros. Das contratações, se destacam Adama Traoré, de 22 anos e trazido junto ao Middlesbrough por 20 milhões de euros, Diogo Jota, 21 anos, que estava emprestado e agora foi contratado junto ao Atlético de Madrid por 14 milhões de euros e os conhecidos João Moutinho, meia da seleção portuguesa e ex-Mônaco, e Raul Jiménez, mexicano que atua pelos lados do campo e veio do Benfica.

Além disso, o Wolverhampton é a equipe mais jovem da Premier League, com média etária de 25,4 anos.

Bournemouth

Bournemouth

4º menor investimento da Premier League, valor de mercado de 164,25 milhões de euros, a equipe foi uma das que menos gastou com reforços para a atual temporada, apenas 34,75 milhões de euros, sendo 28 milhões no colombiano Jeferson Lerma, 12 milhões no lateral-direito Diego Rico e 11,3 milhões no jovem meio-campista galês de 20 anos.

Contratações pontuais, mas que tem se mostrado muito eficientes até aqui, afinal, a equipe é a 6ª colocada da Premier League, com 16 pontos, distribuídos entre 5 vitórias, 1 empate e 2 derrotas, ficando à frente do poderoso Manchester United e colado entre Tottenham e Arsenal. Apesar de ter altos e baixos, com jogos maravilhosos e outros para se esquecer, o Bournemouth pode surpreender e beliscar uma vaguinha na Europa League da próxima temporada.

Alemanha

Há muito tempo polarizada por Bayern Munique e Borussia Dortmund, costuma caber às outras equipes lutar por vaga na Champions League e Europa League. Além dos dois, podemos colocar RB Leipzig e Borussia Mönchengladbach como candidatos naturais a boas campanhas no campeonato alemão. Entretanto, como essas equipes tem tido um início irregular, outras se colocam como postulantes a uma boa Bundesliga.

Werder Bremen

Werder Bremen

A equipe tem alternado bons e maus momentos nos últimos anos. Na última temporada foi apenas o 11º colocado, com modestos 42 pontos. No entanto, na temporada atual o time parece ter mudado a mentalidade, já que em 7 partidas ocupa a 4ª colocação, apenas 3 pontos a menos que o líder Borussia, e empatado em pontos com os 2º e 3º lugares. Chama a atenção a solidez da equipe, que sofreu apenas uma derrota até aqui, fora de casa, para o atual lanterna da competição, Stuttgart.

Eintracht Frankfurt

Eintracht Frankfurt

Apesar de ter tido um início de temporada irregular, o Frankfurt mostrou na temporada passada que possui uma equipe muito competitiva e que pode se tornar uma dor de cabeça para os poderosos alemães.

Atual campeão da Copa da Alemanha, vencendo o Bayern Munique na final, o modesto 10º elenco mais caro da Bundesliga, com valor de mercado de 148 milhões de euros, buscou manter sua base, e se reforçou de forma pontual trazendo os zagueiros Carlos Salcedo, 24 anos e Evan N´Dicka, 18 anos, por 5 milhões cada, e investiu em jovens talentos do meio-campo pra frente, trazendo o volante Lucas Torró, 23 anos, junto ao Real Madrid, o ponta-de-lança Gonçalo Paciência, junto ao Porto, e centroavante Ante Rebic, que veio da Fiorentina e que se tornou mais conhecido na Copa do Mundo, ao participar do vice-campeonato com a Croácia.

Other Articles

Leave a Reply