Apostas de Futebol com Betway

Top 5 surpresas da temporada 2019/2020

Sempre que começa uma nova temporada, surgem os favoritos a título, competições europeias e rebaixamento.

No entanto, o futebol é encantador justamente por não ser uma ciência exata, mas sim fruto de bons trabalhos ano a ano.

Com isso, alguns clubes acabam surpreendendo as expectativas iniciais e vão ganhando moral ao longo da temporada.

E ainda que esteja cedo para falar, vamos trazer um Top 5 de times que começaram a temporada voando e é bom ficarmos de olho.

5º Glasgow Rangers

Antes companheiros de seleção inglesa, Gerrard agora treina o Rangers, de Jermain Defoe

Uma das equipes mais tradicionais da Escócia com 54 títulos do Campeonato Escocês e 33 da Taça da Escócia, a palavra que define o Rangers é SUPERAÇÃO!

Após declarar falência e ir para a última divisão escocesa, o Glasgow Rangers se reconstruiu rapidamente, vencendo a 4ª divisão em 2012/2013, a 3ª em 2013/2014 e a 2ª em 2015/2016.

De volta à primeira divisão, na temporada 2016/2017 o time fez bonito e ficou em 3º lugar, repetindo em 2017/2018 e conquistando um vice-campeonato na temporada 2018/2019, o que rendeu uma vaga na Europa League.

Na atual temporada, Steven Gerrard, ídolo do Liverpool, vem fazendo muito bonito com o Rangers.

Afinal a equipe está apenas dois pontos atrás do poderoso rival Celtic.

Além disso, a equipe também vai bem na Europa League, se classificou na segunda colocação com 9 pontos em grupo difícil que tem Young Boys, Feyenoord e Porto.

Para a temporada, foram contratadas boas peças como os volantes Andy King (ex-Leicester) e Steven Davis (ex-Southampton), e os atacantes Ryan Kent, Sheyi Ojo (Liverpool) e Jermain Defoe (Bournemouth).

4º Red Bull Salzburg

Com Haaland (agora no Borussia Dortmund) voando, Red Bull Salzburg tem feito bonito na temporada

Soberano na Áustria, o Salzburg representa muito mais do que o início do Império da Red Bull no futebol.

Afinal, desde que a Red Bull chegou no time austríaco, o Salzburg mudou de patamar e se tornou grande, vencendo 11 de 13 campeonatos da Áustria.

E a equipe, que se destaca por pegar jogadores promissores e desenvolvê-los para ganhar altas cifras e continuar o projeto, tem dado muito certo.

Tanto que na atual temporada, parte do sucesso do Salzburg se deve a Erling Haaland, de 19 anos, e que somou 26 gols em 18 jogos.

O jovem que marcou 5 hat-tricks em 2019/2020, é uma verdadeira sensação e atual artilheiro da Champions League com 7 gols em apenas 4 jogos, competição que o Salzburg está em 3º lugar em um grupo com Liverpool, Napoli e Genk.

Além disso, Haaland também marcou 15 gols na Tipico Bundesliga (Campeonato Austríaco), competição em que o Salzburg lidera com 38 pontos em 14 jogos, sendo 12 vitórias e 2 empates.

3º Chelsea

Trio de “novatos” tem sido muito importantes para o bom momento dos Blues

Apesar de ser considerado um grande europeu, o Chelsea tinha tudo para ir mal nessa temporada.

Afinal, mesmo que na última jornada, 2018/2019, o clube tenha sido o terceiro lugar na Premier League, o Chelsea foi punido pela UEFA e não pode contratar ninguém para se reforçar.

Além disso, perdeu seu craque Eden Hazard para o Real Madrid, e ainda David Luiz, que foi para o rival Arsenal.

A única chegada foi de Pulisic, que tinha sido contratado na temporada anterior junto ao Borussia Dortmund e jovens voltando de empréstimo.

Outra mudança foi no comando técnico, saindo Sarri e entrando o ídolo Frank Lampard, vindo da Championship (Derby County).

Entretanto, Lampard tem conseguido tirar leite de pedra, e além do Chelsea apresentar um lindo futebol, jovens promessas como Abraham, Mount e Hudson-Odoi estão se destacando.

Com isso, os Blues fazem uma campanha sólida na Premier League, estando em 4º lugar.

Além disso, o Chelsea tem ido bem na Champions League, ficando em segundo lugar com 11 pontos e empatado com o primeiro Valência.

2º Leicester City

Com Vardy e Maddison jogando o fino da bola, Leicester está voando

Vendo o Leicester jogar na atual temporada, é impossível não lembrarmos daquele time que encantou o mundo e foi campeão da Premier League 2015/2016.

No entanto, quem vive de passado é museu!

Por isso os Foxes foram pouco a pouco se articulando, encaixando peças e buscando ser uma equipe competitiva.

Enquanto isso, o Leicester alternou boas e más temporadas na Premier League, mas sentiu bastante as saídas de Kanté, Mahrez e outros campeões na temporada 2015/2016.

Mas ao que parece, a temporada atual é muito promissora e traz boas perspectivas para o Leicester.

Além de apresentar um futebol consistente, os clubes do Top 6 da Inglaterra tem oscilado bastante, deixando os Foxes sonharem.

Ademais, o Leicester parece ter se reencontrado com os gols e arrumado a casa, marcando 48 gols e sofrendo apenas 23.

Nas últimas temporadas a equipe contratou jogadores como Söyoncü, Jonny Evans, Chilwell, Ricardo Pereira, Ndidi, Nampalys Mendy, Tielemans, Dennis Praet, Barnes, Maddison e Ayoze Pérez.

Além disso, o Leicester também manteve jogadores de valor daquele elenco campeão como Kasper Schmeichel, Christian Fuchs, Albrighton, Gray e Jamie Vardy.

Aliás, é justamente esse equilíbrio que tem sido o sucesso do Leicester na temporada.

Sem contar, é claro, com o talentoso treinador Brendan Rodgers, que cansou de ser campeão escocês e vem bem na Inglaterra.

Será que veremos uma nova “zebra” na Premier League?

1º Borussia Mönchengladbach

Equipe tem surpreendido na temporada e promete dar trabalho na Bundesliga

Eis a sensação europeia na temporada 2019/2020! Quero ver soletrar esse nome sem errar uma letra…

O Borussia Mönchengladbach está voando baixo e em 18 jogos soma 11 vitórias, 2 empates e 5 derrotas.

Além disso, já marcou 33 gols e sofreu apenas 20.

O grande desafio da equipe é bater de frente com times poderosos como o Leipzig, Bayern de Munique e Borussia Dortmund.

E para isso o Mönchengladbach conta com um elenco entrosado e jogadores como Sommer, Matthias Ginter, Oscar Wendt, Patrick Herrmann, Raffael e Alassane Plea.

Além disso, contratou pontualmente os laterais Ramy Bensebaini e Stefan Lainer, o volante Lászlo Bénes e os atacantes Embolo e Marcos Thuram.

Other Articles

Leave a Reply