Apostas de Futebol com Betway

Champions League diferentona

Com certeza essa temporada ficará marcada na história do futebol. E na Champions League, isso não será diferente.

Após vários meses com o futebol parado em quase todo mundo, pouco a pouco os campeonatos vão voltando.

E no caso da Champions League, optou-se por uma competição ao estilo Copa do Mundo como solução para concluir a maior competição de clubes da Europa.

Entretanto, algumas partidas das oitavas de final ainda precisam ser realizadas, e a definição sobre como elas vão acontecer, ainda serão definidas.

Contudo, o que a UEFA já definiu é que a partir das quartas de final os jogos serão disputados em jogo único, e serão realizados em Portugal.

Isso porque o país foi um dos que menos sofreu com a pandemia do Covid-19.

Com isso, os jogos serão realizados entre os dias 12 e 23 de agosto, concluindo-se assim uma Champions League diferentona.

Mas é preciso pensarmos também sobre como cada clube chegará para essa fase final de Champions.

O que falta definir na Champions League?

Antes de falarmos sobre a condição dos clubes, precisamos falar sobre como parou a Champions League.

Até agora a Champions League tem só 4 classificados para as quartas

Até o momento estão classificados para as quartas de final o PSG, RB Leipzig, Atalanta e Atlético de Madrid.

Já as outras vagas serão decididas após os confrontos de volta das oitavas de final.

No caso da partida entre Bayern de Munique e Chelsea, a situação do time inglês é complicada.

Afinal os bávaros aplicaram uma goleada de 3×0 fora de casa e decidem a vaga com muita vantagem.

Outra partida de gigantes é entre Real Madrid e Manchester City, que na primeira mão contou com vitória por 2×1 do City fora de casa.

Agora os maiores vencedores da Champions League terão muito trabalho para reverterem essa situação.

Quem também está em vantagem é o Lyon, que venceu a Juventus em casa por 1×0 e tem a vantagem mínima para o jogo da volta.

Por fim, Napoli e Barcelona fizeram a partida mais equilibrada das oitavas de final e empataram em 1×1 na Itália.

Agora o Barcelona tem a vantagem do 0x0, mas a vitória é o melhor negócio para ambas as equipes.

Quem leva vantagem sobre quem?

Preparação e tempo sem jogos oficiais podem determinar o campeão da Champions League 2019/2020

Como a pandemia do Covid-19 atingiu cada país de uma forma, a preparação para as fases finais da Champions League também será muito diferente para cada clube.

De um lado temos equipes como o Bayern de Munique e o RB Leipzig, em que o campeonato alemão voltou dia 16 de maio.

Além disso, desde o fim de abril as equipes já treinavam, tendo uma pausa menor causada pela pandemia.

Contudo, o campeonato alemão se encerra no dia 27 de junho, o que possibilitará ao menos 1 mês e meio de treinamentos específicos para a Champions League.

Do outro lado temos equipes como o PSG e o Lyon, que não jogam uma partida oficial desde o dia 7 de março e o campeonato nacional foi declarado encerrado.

Ou seja, as equipes chegarão para as fases finais da Champions sem disputarem uma partida oficial a 5 meses, o que pode ser prejudicial para os clubes franceses.

E no meio termo temos as equipes que disputam os campeonatos espanhol, inglês e italiano.

Isso porque as três ligas voltaram quase que simultaneamente, e tem previsão de serem encerradas no fim de julho.

Com isso, teriam um período curto de preparação para a Champions, mas estariam em alta temporada.

Novos ingredientes da Champions League 2019/2020

Com um formato compacto, equipes como Leipzig e Atalanta podem surpreender e chegar a um título inédito de Champions League

Mas para além dessa questão da preparação, que com certeza será muito específica para cada time, temos que pensar no formato que serão disputadas as fases finais da Champions League.

Uma primeira mudança, e mais drástica, será a disputa de partidas únicas, o que abre muito espaço para “zebras” e para quem estiver melhor no dia.

Nesse formato não há segunda chance! É vencer ou vencer!

Além disso, discute-se a possibilidade de não haver prorrogação nas partidas, fazendo com que um empate no tempo normal leve para as penalidades máximas.

Com isso, a postura das equipes será muito diferente, com menos risco e jogos mais estudados.

Outra grande diferença será o fator torcida.

Isso porque inicialmente não haverá torcida nos estádios e os jogos serão com os portões fechados.

Nesse sentido, alteram-se o lado psicológico e mesmo físico dos jogadores, acostumados a atuarem sob pressão e milhares de vozes.

Por fim, as 5 substituições adotadas pós-pandemia devem continuar na Champions League.

E quando é possível mudar quase meio time, tudo pode transformar em uma partida!

Ou seja, equipes com bons elencos e treinadores que mantém seu plantel na mão levarão vantagem nessas partidas.

A partir dessas muitas mudanças, a Champions League 2019/2020 tem tudo para ser inovadora e marcante.

Podemos esperar grandes jogos, muita emoção e talvez até umas zebras passeando pelos gramados portugueses.

Other Articles

Leave a Reply